Volta Redonda, 23 de Julho de 2017

A História do Raulino de Oliveira

Até 1945, os campeonatos de futebol em Volta Redonda eram organizados pela Companhia Siderúrgica Nacional(CSN). Somente naquele ano é que foi fundada a Liga Desportos de Volta Redonda (LDVR). Na ocasião, Volta Redonda ainda era o oitavo distrito de Barra Mansa, vindo a se tornar uma cidade em 17 de julho de 1954. Mas foi somente no final dos anos 40 que o Estádio Raulino de Oliveira foi construído. O mentor do projeto foi o general Sylvio Raulino de Oliveira, então presidente da CSN, que financiou a obra. Em 1959, o general Raulino passou a administração do estádio para o Guarani Futebol Clube através do comodato com duração de quatro anos. Em 1963, renovou-se o comodato para mais quatro anos e em 1967, para mais 10 anos.

Na década de 60 o então presidente da CSN, Osvaldo Pinto da Veiga, determinou a implantação da iluminação no estádio. O jogo inaugural da iluminação foi Guarani x Atlético Mineiro. No ano de 1975, o único time profissional de futebol existente na cidade de Volta Redonda era o Clube de Regatas do Flamengo de Volta Redonda, mais conhecido como Flamenguinho. Com a idéia da criação de um time próprio da cidade, o prefeito à época, se viu obrigado a reformar o estádio a fim de ampliar sua capacidade. Já que o time teria importantes partidas com outras equipes do estado.

Porém, o prefeito ainda queria uma garantia que efetivamente este time seria criado. A partir daí houve uma reunião entre a Prefeitura do Município, a CSN e a Confederação Brasileira de Desportos (atual CBF) para a reforma do estádio. Foram 7 meses intensos de reforma. Paralelamente, nascia o Volta Redonda Futebol Clube. Em 1976, o então prefeito de Volta Redonda, desapropriou o estádio. O terreno pertencia à CSN.

Vinte e cinco anos depois, o prefeito Antônio Francisco Neto, concordou com a proposta do jornalista e assessor Oscar Cardoso, e iniciou uma nova página na biografia dos estádios de futebol do Brasil. Com recursos próprios do município, o Raulino de Oliveira começou a perder suas velhas formas e ceder espaço para um novo templo de futebol, onde o talento dos jogadores brasileiros se alia à proposta desafiadora de construir um capítulo à parte na história da cidadania brasileira. Três anos depois, abril de 2004 surge o mais moderno estádio do país. Numa parceria com dois grandes times cariocas, o Clube Regatas do Flamengo programou 16 jogos no estádio pelo campeonato brasileiro, organizado pela CBF. O Fluminense Futebol Clube programou seis partidas válidas pelo campeonato brasileiro.

No dia 23 de junho de 2004, a seleção brasileira feminina de futebol fez uma partida amistosa com o time júnior masculino do Volta Redonda, perdendo por 4x3. O estádio recebeu elogios da comissão técnica da seleção pelo seu conforto e modernidade. A maioria dos jogadores dos clubes do país que atuaram em Volta Redonda no Raulino de Oliveira, o Estádio da Cidadania, e ainda os dirigentes dos clubes e jornalistas destacaram essa modernidade como exemplo de estádio para o país.

Rua 545, s/nº – Jardim Paraíba | Volta Redonda/RJ | CEP: 27295-150 | Tel:(24) 3339-9100