• images/slider/01.jpg
  • images/slider/02.jpg
  • images/slider/03.jpg
  • images/slider/04.jpg
  • images/slider/05.jpg
  • images/slider/06.jpg
  • images/slider/07.jpg
  • images/slider/08.jpg

Projeto FEVRE - De Olho no Céu!

Fundação Educacional de Volta Redonda inaugura no dia 08 de abril o seu Centro de Observação Astronômica.

O projeto "FEVRE de Olho no Céu" tem como objetivo introduzir a ciência da Astronomia de uma maneira atraente, através de recursos observacionais (telescópio), audiovisuais e multimídia. Para as observações, os estudantes terão acesso a um mirante existente no terraço do Colégio Getúlio Vargas e a um telescópio eletrônico adquirido através de uma parceria entre a FEVRE, a FAPERJ (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) e a UFF (Universidade Federal Fluminense).

A observação direta com o telescópio será realizada no mirante, que foi estruturado e oferece total segurança para que os alunos tenham uma visão privilegiada do céu.

Com isso, pretende-se estimular o interesse dos alunos pela Astronomia e ciências afins, possibilitando uma melhor compreensão dos conhecimentos relacionados às ciências naturais (Física, Química e Biologia), à Matemática e às ciências humanas (Geografia e História), entre outras, através de observação, oficinas, debates e outras atividades lúdicas.

O Projeto envolverá, inicialmente, os alunos da Fundação, mas há o propósito de expansão a toda a comunidade escolar.

Leia abaixo matéria da Assessoria de Comunicação da PMVR:

A Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), inaugura no dia 8 de abril, às 19h30, o seu Centro de Observação Astronômica, com o lançamento do projeto “Fevre de olho no céu” que vai atender um total de 720 estudantes do 1º ao 3º ano do ensino médio, períodos matutino e noturno, das escolas Getúlio Vargas, J. B de Athayde, João XXIII e Delce Horta Delgado. Todas as noites de terça-feira, uma turma de 30 alunos participará de sessões de observação astronômica no centro, que será montado em um mirante no 3º andar do prédio do Colégio Getúlio Vargas, no bairro Laranjal.

        Quatro professores da rede de ensino da Fevre – Carlos Henrique Magalhães, Vagner Franklin, Paulo Roberto Porto e Otília Maria Abreu Moura – são os responsáveis pelo projeto que tem o objetivo de introduzir a Astronomia de uma maneira atraente, através do uso de um telescópio, despertando o interesse dos estudantes em observar o céu. O professor Carlos Henrique, que há 26 anos leciona História e Geografia na Fevre, explicou que o projeto quer despertar a curiosidade científica dos estudantes.

        “O mirante que já existia na Fevre passou por umas pequenas melhorias com a instalação de um gradil protetor e terá a montagem do telescópio adquirido em convênio com a Faperj (Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) e a UFF (Universidade Federal Fluminense) para que os estudantes possam observar o céu, os ciclos da lua, identificar os planetas e as constelações, entender melhor as noções de criação e expansão do universo com a teoria do Big Bang, a explosão que teria criado o universo. Eles não vão escrever nada, anotar nada, mas iremos despertar a curiosidades deles com noções de astronomia. O projeto é uma iniciativa da implementação pedagógica da fundação”, explicou. O projeto “Fevre de Olho no Céu” será feito todas as noites de terças-feiras, nos meses de abril, maio e setembro.

        De acordo com Carlos Henrique, antes de olhar o céu os estudantes vão assistir um vídeo de 6 minutos e terão informações no laboratório da fundação, próximo ao mirante, sobre Astronomia, com o uso do programa de computador Stellarium, que detém informações básicas de astros, planetas, constelações. Os estudantes receberão ainda explicações dos calendários dos povos Maia e Tupi Guarani, e como observando as fases da lua esses povos sabiam o tempo certo para o plantio e a colheita. “Nós temos também um planetário da Fevre que será utilizado nesse projeto para despertar a curiosidade científica dos estudantes”, frisou o professor.

        Ele acredita que a visão multidisciplinar que a Astronomia apresenta como ciência será absorvida pelos estudantes do ensino médio, o que pode ajudá-los mais tarde para a escolha da carreira profissional. A Fevre vai disponibilizar um ônibus para trazer ao mirante os alunos das outras unidades da fundação. O grupo de alunos será dividido: enquanto um recebe noções no laboratório, o outro olha o céu no telescópio com 2 a 3 minutos de observação para cada estudante.

Fonte: PortalVR

Fundação Educacional de Volta Redonda
Rua 154 n°783 - Laranjal - Volta Redonda - RJ | CEP 27255-085
Tel: (24) 3348-0969 - (24)3350-7557 | Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.