• images/img_topo/01.jpg
  • images/img_topo/02.jpg
  • images/img_topo/03.jpg
  • images/img_topo/04.jpg

Campanha Guiando Pela Vida é lançada em Volta Redonda

 

       A campanha educativa “Guiando Pela Vida”, que tem como objetivo diminuir o número de motociclistas envolvidos em acidentes de trânsito, foi lançada na manhã desta quinta-feira (dia 10), no Auditório da Prefeitura Municipal de Volta Redonda, com a participação de diversos órgãos do Poder Público municipal e de entidades civis. A campanha que vai ocupar as ruas com outdoors e a distribuição de 10 mil panfletos para os motociclistas, alertando sobre os procedimentos para uma direção segura.

     A meta da campanha é conscientizar os condutores de motocicletas, para reduzir o número de acidentes envolvendo estes veículos. No ano passado, de acordo com levantamento feito pelo Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública), foram registrados 250 acidentes tendo motociclistas como vítimas, provocando a morte de 24 pessoas, números que preocupam as autoridades e a sociedade civil.

     O lançamento da campanha contou com a presença do prefeito Antônio Francisco Neto; do coordenador do Movimento Resgate da Paz, padre Juarez Sampaio; do diretor presidente da Suser (Superintendência de serviços Rodoviários), Paulo Barenco; do deputado federal Deley de Oliveira; de integrantes do grupo de motociclistas Falcões de Aço, incluindo o vice-presidente Manoel Esmeraldo Filho; do delegado titular da 93ª DP, Antônio Furtado; do coordenador do Ciosp e da Defesa Civil, major Rodrigo Ibiapina; e do inspetor da Guarda Municipal Antônio José Almico.

     O prefeito Neto afirmou que a campanha vai entrar em todas as escolas municipais, estaduais e particulares, levando pessoas que foram acidentadas para relatar as experiências de vidas em decorrências dos acidentes que sofreram pilotando motos, e destacou a união de todos para a implantação da campanha.

    “Precisamos de todos envolvidos nessa campanha, para diminuirmos ainda mais estes tristes números”, disse o prefeito, ressaltando que em Volta Redonda os números de acidentes de trânsito envolvendo os motociclistas vem diminuindo, mas os números ainda são preocupantes.

     O coordenador do Ciosp, que também é subcomandante da GMVR disse que o município conseguiu reduzir em 22,5% as mortes por acidente no trânsito, mas ainda assim, entre 10% e 15% dos acidentes tiveram o envolvimento de motociclistas. Ibiapina afirmou ainda que as operações de apreensão de motos irregulares pela GMVR podem ajudar a diminuir o número de acidentes envolvendo motociclistas.   

    “Em 2012, flagramos 500 motos irregulares no trânsito, e destas 55 foram apreendidas e levadas para a Polícia Civil, porque eram frutos de roubo. Estes condutores não estão preocupados com segurança”, disse Ibiapina, que destacou: “Nos meses de janeiro e fevereiro não aconteceu nenhuma morte no trânsito de Volta Redonda”.

    O padre Juarez explicou que a campanha nasceu de uma conversa que ele teve com o presidente do SAH (Serviço Autônomo Hospitalar), Sebastião Faria, sobre a gravidade dos acidentes com motos na cidade, que acabam gerando um alto custo financeiro e social para a sociedade. O padre lembrou teve dois irmãos que foram vítimas graves de acidentes com motocicletas. O assistente social do HSJB Aílton Carvalho informou que o hospital está fazendo um perfil dos acidentados com motos que dão entrada no setor de emergência do hospital, e que essas informações ajudarão nas decisões na execução da campanha. 

    O delegado Antônio Furtado ressaltou que nos acidentes de trânsito, as maiores vítimas são os pedestres, seguidos pelos motociclistas. “Um levantamento feito pelo Corpo de Bombeiros no Estado do Rio, entre 2008 e 2011, mostrou aumento de 300% no atendimento à vítimas de acidentes envolvendo motocicletas, veículo mais frágil, onde as pessoas estão mais expostas. Na Operação Duas Rodas da Polícia Civil, temos constatado pessoas dirigindo embriagadas, sem habilitação. Meus agentes fazem a apreensão dessas motos com apoio da GMVR, estamos salvando vidas nessa operação”, comparou.

   O deputado federal Deley de Oliveira, disse que a cidade já deu exemplos para o país em campanhas anteriores, na Educação, Saúde, Esportes e acredita que essa nova campanha também será um novo exemplo para o País para salvar vidas. “Acidente com motos é um problema nacional e a cidade mais uma vez sai na frente e servirá de modelo para outras cidades”, comparou.

   De acordo com o prefeito Neto, em 30 dias haverá um novo encontro dos coordenadores da campanha para avaliar os resultados das ações. “Temos certeza que todos que estão neste encontro farão o máximo para essa campanha ser um sucesso, e conseguirmos salvar ainda mais vidas”.

 

Superintendência dos Serviços Rodoviários

Av. dos Trabalhadores, n° 333 - Centro - Volta Redonda - RJ | CEP: 27255-125
Tel: (24) 3343-7060 | Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.